| leitura de 3 min 

VEGETARIANISMO E SUSTENTABILIDADE

por Laila Mengarda, da @cozinhareconectiva

Quando falamos em sustentabilidade, prontamente retomamos ao velho conhecido: feche a torneira ao escovar os dentes, tome banhos mais curtos, não lave a calçada, separe seu lixo etc.

Claro que todos estes pontos têm sua importância, afinal, ser sustentável está conectado ao não desperdício, ao uso da melhor forma possível, dos nossos recursos disponíveis.

Ser sustentável - ou o termo sustentabilidade, significa que, todo o processo envolvido, seja na produção de um item, seja na exploração de um ambiente, ou mesmo em nosso dia a dia, deva ser otimizado, gerando menos impacto e perdurando por mais tempo.

Sempre busquei viver de forma sustentável. Não jogava lixo no chão, separava o lixo reciclado do lixo orgânico, comprava alimentos orgânicos ou com selinhos que me apontavam para itens 

mais sustentáveis.

 

Economizava água e tentava ao máximo, compartilhar das minhas ideias com pessoas próximas.
 

Foi assim que passei boa parte da minha fase pré-adulta. 

Foi aos 28 anos, que após assistir um documentário (Cowspiracy) que eu realmente me tornei um ser humano sustentável.

Como uma chave que vira, observei como eu estava me alimentando, que itens estavam em meu carrinho de supermercado e em meu prato. Na hora, confesso que foi impactante.

Percebi que a água que eu economizava nos banhos mais curtos - e cheios de culpa - não faziam diferença significativa nenhuma, se comparado aos itens do meu prato, da minha sacola de supermercado.

A cada nova informação, nova pesquisa que eu fazia, eu me chocava mais.

Como em um ato de coragem e rebeldia - afinal estava me sentindo enganada - como é que não me contaram isso antes? Como esta informação não está nos jornais? Me desafiei a passar 30 dias sem consumir nenhum derivado animal - ou seja, optei naquele momento por uma dieta vegana, por 30 dias.

A cada novo dia, nova refeição, eu me impressionava mais, passava horas lendo rótulos no supermercado e me indignava, ao perceber, que leite era ingrediente até da batata palha.

E o tanto de água, grãos, confinamento e consumo de medicamentos, aquele inocente bifinho e frango em minha mesa de todo dia, consumiam? É impressionante.

Aos poucos, me permitindo a consciência e liberdade de escolha, meus dias se tornaram mais coloridos, mais saudáveis, experimentei novos alimentos, conheci produtores orgânicos, e fui percebendo, que a industrialização não tinha nada de sustentável.

Explorando pessoas e animais com cadeias de produção, consumindo mais medicamentos e água, que todos os seres humanos que habitam a terra. 

 

Que mais da metade dos oceanos 

encontram-se mortos devido ao excesso de fezes desses animais.

Que o efeito estufa é fichinha perto do número de gases que os animais confinados para abate geram.

E que tudo isso, era financiado por minhas escolhas, por nossas escolhas.

Hoje, eu sou consciente do impacto que meu consumo gera no ambiente em que vivo, escolho assim, todos os dias seguir vegetariana, não consumir produtos químicos, derivados ou testados em animais, promover a agricultura familiar orgânica, e assim, ser sustentável.

Com toda essa pequena mudança ao me alimentar o impacto foi e continua sendo imenso: ganhei uma nova consciência, um novo corpo mais jovem e saudável, mais disposição e alegria, além de uma nova profissão.

Quando mudamos nossa maneira de enxergar, mudamos também nosso modo de viver.

Abrimos novas possibilidades e somos imensamente mais felizes. 

Considere o vegetarianismo!

Laila é cozinheira de reconexão, descobridora de realidades pelo Brasil e discípula da mãe natureza. Promove experiências sensoriais e compartilhadas para construir um novo mundo.
Instagram: @cozinhareconectiva

nota re.pote:

dados sobre os impactos ambientais
de produtos de origem animal:
LER MAIS >

| leitura de 3 min 

Consumismo e sustentabilidade

por Maria Clara, do @verdesmarias

| leitura de 8 min 

Empreendedorismo e sustentabilidade

por João Pedro Rocha, do @espacocantodorio

Menos lixo no delivery de comida ♡

Faça parte desse movimento e colabore para um mundo mais sustentável. 

+55 (16) 9999-19581 

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER:

©2020 re.pote | Todos os direitos reservados. CNPJ 32.733.174/0001-50